Conta a história, que aqui terá nascido a primeira povoação da cidade. 

Esta Zona Velha da Cidade é característica pelas suas ruas estreitas de calçada ( não é  acessível a  todas as cadeiras de rodas, principalmente aquelas com rodas pequenas )  e fachadas de casas antigas.

 A zona Velha é considerada uma zona histórica de grande valor arquitetónico e patrimonial, já foi local do grande Arsenal, onde construíram – se os barcos de pesca tradicionais. 

Em pleno coração desta Zona Velha da Cidade, está situada a Capela do Corpo Santo, uma das poucas construções quatrocentistas que sobreviveu até à atualidade. 

Neste local também se encontra uma das ruas mais antigas da cidade, a Rua de Santa Maria, que acolhe diversos negócios locais, como a típica Fábrica de Chapéus, que funciona há mais de 60 anos no mesmo espaço, ou a Fábrica de Botas de Vilão.

Ao percorrer o caminho empedrado da rua, chegará à belíssima Igreja do Socorro. 

Ao cimo, existe também um pequeno miradouro, que permite desfrutar de uma bela paisagem da cidade.

Fica na Zona Velha Da Cidade a Antiga  Fortaleza De São Tiago, um dos locais que fazia a proteção da Cidade do Funchal. 

A animação noturna na Zona Velha da Cidade é atualmente uma grande atração onde se faz a junção da arte com a diversão, visto que as ruas desta zona sofreram uma intervenção artística por artistas locais e estrangeiros (um projeto “Arte de Portas Abertas”) que representa uma das facetas da cultura e arte urbana da cidade.

Podemos dizer que um dos marcos da zona velha é esta arte das portas Pintadas, onde vários artistas foram convidados a colorir a Zona Velha Da Cidade.

Este local vai encontrar muitos restaurantes,  alguns com muita tradição onde hoje em dia canta -se o típico fado português e berço de muitos artistas Madeirenses como Max.

Um Local de paragem Obrigatória.


« Voltar


error: Content is protected !!
Skip to content